Projetoenvolver's Blog

Pessoal,

O programa da Roberta, Brasil das Gerais, abordou o tema da cirurgia de mudança de sexo ou transgenitalização. Vale a pena conferir:

http://www.redeminas.tv/centro-de-midia/brasil-das-gerais/transgenitalizacao-1

http://www.redeminas.tv/centro-de-midia/brasil-das-gerais/transgenitalizacao-2

http://www.redeminas.tv/centro-de-midia/brasil-das-gerais/transgenitalizacao-3

 

 

Pessoal,

A Mary Neide Damico Figueiró é uma pesquisadora sobre Educação Sexual. Ela tem um site e, nele, tem um setor de publicações onde encontramos várias coisas.

Uma delas é o livro Homossexualidade e Educação Sexual. Clique aqui para baixá-lo e visite o site e veja os outros materiais disponíveis: http://www.maryneidefigueiro.com.br/

Continuemos estudando e nos repensando!

grande abraço!

Gentes,

O Blog de educação afetivo-sexual de BH tem várias coisas, entre elas uma relação de filmes. Vejam lá!

http://afetivosexualpbh.blogspot.com/2007/07/sugestes-de-filmesdocumentrios.html

Pessoal,

Há um livro básico na Psicologia que se chama Psicologias.

Clique aqui para baixá-lo.

Recomendamos a leitura dos capítulos:

Capítulo 13: Vida Afetiva

Capítulo 16: Sexualidade

Capítulo 17: Família

Capítulo 18: A escola

Capítulo 20: Adolescência: tornar-se jovem

E todos os outros capítulos que lhes interessarem!!

Vale a pena também!

 

Pessoal,

Ana Bock é uma importante pesquisadora da Psicologia Social sobre adolescência. Clique aqui e baixe um artigo dela super bacana.

Vale a pena!

Pessoal,

Clique aqui pra baixar o texto de Contardo Calligaris sobre adolescência que já foi distribuído.

Lá também está a seguinte sugestão de filmes:

Vidas sem rumo. Direção Francis Coppola (EUA, 1983) – Um bom filme para debater sobre a juventude, sua rebeldia, suas gangues e suas normas.

 

De repente trinta. Em De repente 30, a personagem Jenna, ao passar dos treze aos trinta anos, teve suprimido esse período chamado de adolescência. Ela já era fisicamente uma mulher adulta, mas com uma personalidade de uma menina de treze anos, que começava a entrar no período da  adolescência.

Tudo pela vida . Vítima de um acidente, atriz de novela interrompe sua carreira para recuperar-se em sua cidade natal, na casa dos pais. Torna-se o terror das enfermeiras, até que Chantelle, mulher negra de índole calma, consegue tranquilizá-la. Apesar das diferenças, as duas acabam tornando-se amigas. Aborda auto-estima., adultos e adolescentes.

 

As Melhores Coisas do Mundo. Conta a história de Hermano, um menino de 15 anos que em meio à separação dos pais e a crise do irmão tenta passar pelos seus próprios dramas adolescentes.

 

Rio desenvolverá ações contra a homofobia nas escolas
04 de outubro de 2010 • 17h58

Milhares de jovens homossexuais ainda sofrem discriminação nas salas de aula de todo o país. A
informação foi divulgada nesta segunda-feira, no Centro de Formação Adauto Belarmino, na Central
do Brasil, Centro, durante a apresentação da pesquisa Escola sem Homofobia. O resultado do estudo,
realizado com o apoio das secretarias estaduais de Educação e de Assistência Social e Direitos Humanos,
servirá de base para a criação de um pacote de medidas para combater à homofobia no Estado do Rio de
Janeiro.

Na maioria dos casos que envolvem preconceito a estudantes homossexuais, a intolerância vem
acompanhada de agressões verbais e físicas. O fim da violência escolar e do preconceito referente à
orientação sexual e à identidade de gênero está na lista de prioridades do governo. De acordo com a
subsecretária de Educação, Delânia Cavalcante, a ideia é estimular a diversidade na rede de ensino. Para
isso, a pasta desenvolveu uma coordenação que propõe políticas para o público LGBT – lésbicas, gays,
bissexuais, travestis e transexuais – presente nas escolas.

A pesquisa Homofobia nas Escolas, reivindicada pela sociedade civil organizada na I Conferência
Nacional LGBT, foi desenvolvida pelo Ministério da Educação. A instituição Reprolatina – Soluções
Inovadoras em Saúde Sexual e Reprodutiva foi responsável pela execução do projeto, que contou com
o patrocínio da Pathfinder do Brasil, ECOS e ABGLT. No Estado do Rio, o estudo foi realizado com o
apoio do governo estadual.

Durante os dois anos de elaboração do projeto, foram realizados cinco seminários e elaborados kits
educativos sobre o tema. Antes do início do trabalho de campo, que durou de 8 a 12 de março, os
pesquisadores fizeram visitas preparatórias no dia 4 de fevereiro. A pesquisa coletou informações de 138
funcionários da rede pública e alunos do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental. O ambiente escolar, a
política de educação sexual e diversidade sexual foram algumas das questões levantadas pela pesquisa.

Cartazes sobre o tema nas escolas
Em relação ao ambiente escolar, o Rio foi a única cidade que apresentou em suas quatro escolas
analisadas cartazes informativos sobre o tema sexualidade. A política de educação sexual, que inclui a
criação de uma coordenação de diversidade e capacitações, também foi aprovada pelos analistas. Um dos
fatores negativos encontrado foi que as escolas, muitas vezes, têm receio da reação das famílias de seus
alunos quando o assunto é orientação sexual. Por isso, não aprofundam o tema da homossexualidade em
sala de aula.

No estado, os dados do estudo qualitativo sobre homofobia em colégios de 11 capitais brasileiras serão
incluídos no Rio Sem Homofobia. O programa apoia projetos de fortalecimento de instituições públicas
e não -governamentais que atuam na promoção da cidadania LGBT e no combate à homofobia. Para o
secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Ricardo Henriques, o diagnóstico será fundamental
na formulação de um plano de prevenção mais eficaz contra a discriminação.

FONTE: http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI4717242-EI8266,00.html

Gentes,

O vídeo “Pelo Direito a Indiferença”que usamos também está no youtube. O link está abaixo:

Vale a pena!

Gentes,

No youtube tem mil coisas maravilhosas, mas vamos dar três dicas imperdíveis:

Minha Vida de João: http://www.youtube.com/watch?v=LESrHIGGon8

Era uma vez outra Maria: http://www.youtube.com/watch?v=6MEHlLL1EZg&feature=related

Medo de Que: http://www.youtube.com/watch?v=oryExiO5PL4&feature=related

Os links que estão acima são para as primeiras partes dos videos, mas em seguida o próprio youtube, já indica a segunda parte!

Ei pessoal,

No encontro sobre Diversidade Sexual sugerimos dois filmes:

1) Milk: a voz da igualdade – Harvey Milk é um político e ativista gay. Sendo o primeiro ativista gay a se eleger no serviço publico americano. O filme mostra a biografia de Harvey Milk.

2) Minha vida em cor de rosa – sinopse em http://www.terra.com.br/cinema/drama/rosa.htm

3) Transamérica- sinopse em http://pt.wikipedia.org/wiki/Transam%C3%A9rica

Os três valem muito a pena!

Em breve disponibilizaremos mais dicas de filmes!


  • Nenhum
  • Como surge a homofobia? | .:BABADO CERTO:.: […] na ida quanto na volta levei um livro pra ler na viagem: “Diversidade Sexual na Educação: Problematizações sobre a homofobia nas e
  • Adriana Medina: Excelente idéia de desenvolver oficinas na escola. Além de aproximar as discussões da prática, é também, uma oportunidade de apresentação viva
  • Virgínia: Achei ótimo o fato de os estagiários irem às escolas, o que mais quero é beneficiar meu aluno. Obrigada

Categorias